Translate

terça-feira, 14 de março de 2017

CURUMIM ENCANTADO


CURUMIM ENCANTADO

Curumim Encantado,
você e os seus estão
por demais ameaçados,
o representado do seu
maior inimigo,
agora esta empossado.

Curumim Encantado,
a relva onde tu adormece
no Luar Amarelado,
cada vez mais te tornara
encurralado.

Curumim Encantado,
“ eles “ querem eliminar
tua Etnia,
sem que haja a minima
contra partida.

Curumim Encantado,
na tua inocência,
nem imagina
como sera a violência,
da caneta sem um minimo
de consciência.

Curumim Encantado,
aproveita a relva esverdeada,
e dorme sob o Luar Amarelado,
e sonha com a terra desanuviada.

( 14/03/2017 )

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

CANETADA

CANETADA

Numa só Canetada,
a “ bala de borracha “,
foi autorizada,
foi autorizada,
a “ bala de borracha “,
numa só canetada.

Se prepara,
Estudante, Professor, Sem Teto,
e quem mais Protestar,
“ eles “ , aqueles dementes,
agora sim , irão “ barbarizar “ .

Mas, sempre tem um mas,
não teve Canetada,
pro roubo da merenda,
pra corrupção metro ferroviária,
nem pela má administração
da água.
Não, pra isso não tem Canetada.

Numa só Canetada,
a “ bala de |borracha “
foi autorizada,
foi autorizada,
a “ bala de borracha “,
numa só canetada.


(17/01/2017 )

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

POR UM TRIZ



POR UM TRIZ


Naquela estação do metro,
que de longe Eu a vi,
confesso que tremi.

Não , não foi de emoção,
nem muito menos de tesão.
É que sinceramente
não queria a minima conversação.

Imaginei aquele papo enfadonho,
ouvindo loas por estar tudo demonho,
com aquele semblante de maroto risonho.

Mas foi por um triz,
nada de , de novo,
sangrar cicatriz.

O “ Tempo “ , esse piadista,
tem o prazer de mostrar
as coisas, feito um sofista.

Mas, tudo bem pra mim,
apesar de tudo,
virei um Poeta,
de mal traçadas linhas,
prefiro continuar falando
com “ Joaninhas “.

Foi por um triz,
é o risco que corro,
por , por hora,
ter que viver nesta cidade,
enfadonha,
com muita gente sem cerimonia.

( 24/01/2017 )



sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

FOLHETIM


FOLHETIM

Extra, Extra, Extra

Juiz com auxilio moradia,
determina desocupação.
de terreno ocupado,
por mais de 700 Famílias.

Não tá fácil, tanta incoerência,
é muita ordem sem consistência.

Tudo é feito a favor do Capital,
e tudo fica irracional.

Mas nesse Paradoxo País,
tudo tem justificativa,
principalmente com muita
ação repressiva.

( 20/01/2017 )






sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

DESANUVIADO


DESANUVIADO

É um Amanhecer Ensolarado,
ouvindo um Piano bem tocado,
pra ficar Desanuviado.

De repente, toca o Cel,
imediatamente caiu o Céu.
É uma mensagem
enviada por engano,
mas inevitável causar dano,
mensagem, que se transforma
em uma chibatada,
que acerta certeira, no coração,
aquela ferida nunca cicatrizada.

E o dialogo torna – se insano,
sou agora, apena um contato,
que não foi deletado,
vai saber quantos contatos,
tem naquela agenda desleixada.

Ah, esta Fada que Criei,
que tanto idealizei,
que Eu mesmo transformei,
numa porção envenenada,
materializada agora em uma Lagrima Salgada,
com aquele sabor de tristeza tão Amarga,
que não há antidoto,
para que possa ser eliminada.

Mas enfim, amanhã é outro dia,
e num amanhecer Ensolarado,
estar a ouvir um Piano bem tocado,
pra estar enganado,
pensando estar Desanuviado.

( 09/12/2016 )

  

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

LUA DE AIPIM



LUA DE AIPIM

Me fiz um bolo, que pra mim,
ficou lindo como uma Lua de Aipim,
mais uma vez tô comemorando,
quatro anos e quatro meses,
que não estou mais fumando.

Mas também , esse bolo é uma provocação,
é que tenho um Amigo,
que já foi de tudo, até confeiteiro,
vou ficar esperando por sua aprovação,
meu Amigo é como Eu,
tem o senso critico aguçado,
Ele também não gosta de ser bajulado,
mas é uma Pessoa extremamente adocicado,

Me fiz um Bolo, tal qual uma Lua de Aipim,
que saboreando com Café, é um belo Festim,
tão bom que vou acabar, escrevendo um Folhetim.

(30/11/2016 )


terça-feira, 22 de novembro de 2016

ASLAN



ASLAN

Aslan é um lindo Felino Dourado,
tem aquela aparência de quem é sossegado,

Aslan convive com uma Linda.
Prateada Gatinha,
mas as vezes Eles gostam 
de fazer travessuras na cozinha.

Aslan  Dourado Leonino Felino,
es um meigo companheiro Pelino

( 22/11/2016 ) 







" Poesia é antônimo de censura "

Sara Meynard