Translate

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

PRIMAVERA QUE SE APROXIMA


PRIMAVERA QUE SE APROXIMA


Agora que ela se aproxima,
se aproxima a Primavera,
que a partir dela,
eu me renove e me acalme.

Primavera que se aproxima,
que depois de toda essa crueza
porque passei,
possa minha vida ter mais beleza.

Primavera que se aproxima,
que depois de toda essa desilusão,
porque passei,
possa minha vida ter mais expressão.

Primavera que se aproxima,
que depois de toda a tristeza,
que ainda tem a me martirizar,
possa minha vida ter Paz para não desmoronar.

Primavera que que se aproxima,
que depois de todo esse desamor,
que inconsolável eu recebi,
possa minha vida não se transformar em amargor.

Primavera que se aproxima,
que apesar de tudo que me aflige,
possa minha vida não deixar,
que das minhas Poesias eu desiste.

Primavera que se aproxima,
venha linda, venha pura,
e com toda sua singela,
me traga a cura,
pra minha alma abatida,
pro meu coração inconsolável,
e não deixe que me petrifique,
que me torne insensível,
muito pelo contrario,
e que no meu Coração,
eu ainda guarde, o mais puro,
o mais emocionante,
Amor impossível,
e só por mim compreensível.

M . A. Tisi

( 21/09/2012 )  

Um comentário:

  1. Ode à mais bela das estações e ao poeta que nela renasce!
    Muito belo!

    ResponderExcluir

" Poesia é antônimo de censura "

Sara Meynard