Translate

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

TORTA DE LIMÃO




TORTA DE LIMÃO

Foi logo no começo da nossa relação,
que você pediu uma Torta de Limão.

A gente tava caminhando naquela avenida,
que tanto a gente gostava de passear,
onde resolvemos num café entrar,
para então a Torta você degustar.

E então, lembro bem como se fosse agora,
que um pedaço da Torta de Limão,
eu na tua boca dava, e sem você perceber,
de emoção comecei a tremer.

Era o começo do encantamento,
que por você eu sentia,
era o meu maior Amor,
que por você em mim nascia.

Era meu jeito com você,
que eu tanto me esmerava,
porque enfim, para mim,
era por você que eu esperava.

O tempo passou,
e por um bom tempo a gente ficou.

Mas o sonho que você era e é para mim,
que pelo nosso jeito de um com o outro,
eu achei que não ia ter mais fim,
foi um engano meu,
e com o termino de nossa relação,
doeu só em mim.

E agora que o nosso Amor se tornou impossível,
restou a tua imensa saudade,
de que você é o meu maior Amor insubstituível.

E nunca mais, houve a oportunidade,
de comer novamente uma Torta de Limão,
porque sei que se tentar comer, não vou conseguir,
pois minhas Lagrimas Amargas irão ressurgir.

Marco A. Tisi

(09/01/2013 )



Um comentário:

  1. Oi, estou passando aqui para deixar minha visita no seu blog. Eu gostei muito.
    Já estou seguindo, retribua essa visita e se quiser me segue.
    Blog: www.junhiimce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

" Poesia é antônimo de censura "

Sara Meynard