Translate

sábado, 8 de agosto de 2015

LENÇO DE PAPEL

 
LENÇO DE PAPEL

Acordei apavorado
meu peito estava todo ensaguentado,
era da cicatriz do Coração
que ainda não esta drenado.

Mas tenho um Lenço de Papel,
que absorveu o sangue
com gosto de Fel.

É Assim Que É.
Quando vier a Saudade Amarga.
Tem que ter um Lenço de Papel
pra absorver a dor que as vezes
não desembarga.

( 08/08/2015 ) 
 

4 comentários:

  1. Que lindo amigo! Acordei apavorado... Marco Aurélio Tisi. Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ELENA

      Gato. Bom que Gostou !!!!!!!!!!

      Abraços.

      Excluir
  2. Vou poupar as palavras, porém sem deixar de agradecer nem aplaudir seu rico trabalho, deixe-me beber desta fonte que já não são os teus, mas nossos poemas e ver se enxergo o trilho deixado no caminho que quero andar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Domingos.

      que nossos Poemas, trilham para acalmar a Alma e Aplacar o Coração. Grato por Tuas Palavras !!!!!!!!!!!!

      Abraços.

      Excluir

" Poesia é antônimo de censura "

Sara Meynard